HELLO

esse é meu espaço criativo

Sobre

The standard chunk of Lorem Ipsum aused since the 1500s is reproduced below for those interested. Sections 1.10.32 and 1.10.33 from “de Finibus Bonorum et Malorum” by Cicero are also reproduced in their exact original form, accompanied by English versions from the 1914 translation by H. Rackham.

Summertime Sadness

Twee DIY kale chips, dreamcatcher scenester mustache leggings trust fund Pinterest pickled.

Summertime Sadness

Twee DIY kale chips, dreamcatcher scenester mustache leggings trust fund Pinterest pickled.

Summertime Sadness

Twee DIY kale chips, dreamcatcher scenester mustache leggings trust fund Pinterest pickled.

Sites Incríveis

The standard chunk of Lorem Ipsum aused since the 1500s is reproduced below for those interested. Sections 1.10.32 and 1.10.33 from “de Finibus Bonorum et Malorum”.

responsive

Sites Responsivos

Nossos sites são inteligentemente projetados para serem adaptados automaticamente a qualquer tipo de tela (pc, tablet, celular).

seo

OTIMIZADO PARA GOOGLE

Nossos sites são criados para que possam ter um melhor posicionamento no Google. Ao desenvolver o site, seguimos as diretrizes e critérios Google.

segurança

Sites Seguros

Todos nossos sites tem certificado de segurança SSL, o que deixa a conexão protegida e segura. prevenindo ataques hackers, como também o roubo de informações.

wordpress

WORDPRESS

O WordPress é a plataforma usada por mais de 30% dos sites do mundo, isto é, ele está constantemente recebendo melhorias da comunidade de design e criação.

Nossos clientes

The standard chunk of Lorem Ipsum aused since the 1500s is reproduced below for those interested.

Portfólio

The standard chunk of Lorem Ipsum aused since the 1500s is reproduced below for those interested.

Human
Landscape
Human
Landscape

Depoimentos

The standard chunk of Lorem Ipsum aused since the 1500s is reproduced below for those interested.

asasdfsafdsaf

John Doe

Perguntas frequentes

The standard chunk of Lorem Ipsum aused since the 1500s is reproduced below for those interested.

  • Quem tem Colelitíase (pedra na vesícula) é necessário fazer cirurgia?

    De um modo geral, se não houverem sintomas como dor abdominal, icterícia (pele e escleras amareladas), náuseas e vômitos após as refeições, não é necessário operar. Com exceção de pacientes diabéticos e imunossuprimidos, onde o risco de infecção é alto e pode agravar a doença. Mas, caso você tenha tido qualquer um dos sintomas acima em qualquer fase da sua vida, deverá consultar um cirurgião para o tratamento cirúrgico.

  • Existe algum tratamento alternativo para quem tem pedra na vesícula?

    Infelizmente, não existe nenhum tratamento medicamentoso que dissolva os cálculos. O tratamento é cirúrgico em 100% dos casos sintomáticos.

  • Infecção por Helicobater Pylori precisa de tratamento?

    Nem todos que apresentam Helicobacter pylori devem ser tratados. Entre as indicações de tratamento aceitas atualmente podemos citar as seguintes: Azia, úlcera gastroduodenal, gastrite histológica intensa, história pessoal de câncer gástrico, parentes de primeiro grau de pacientes com câncer gástrico, Doença do refluxo gastroesofágico, Esôfago de Barret, linfoma MALT gástrico, anemia por carência de ferro sem causa aparente, púrpura trombocitopênica idiopática, uso crônico de com anti-inflamatórios e dispepsia funcional. Na dúvida, consulte sempre seu médico.

  • Pólipos na vesícula precisam de tratamento cirúrgico?

    Não. Na grande maioria das vezes os pólipos são assintomáticos, mas nem por isso não merecem atenção. Em alguns casos, como crescimento rápido, associação com cálculos ou quando forem maiores que 5 mm na ultrassonografia, devem ser considerados para a cirurgia, uma vez que aumentam o risco para o Câncer de vesícula.

  • Quem tem Colelitíase (pedra na vesícula) é necessário fazer cirurgia?

    De um modo geral, se não houverem sintomas como dor abdominal, icterícia (pele e escleras amareladas), náuseas e vômitos após as refeições, não é necessário operar. Com exceção de pacientes diabéticos e imunossuprimidos, onde o risco de infecção é alto e pode agravar a doença. Mas, caso você tenha tido qualquer um dos sintomas acima em qualquer fase da sua vida, deverá consultar um cirurgião para o tratamento cirúrgico.

  • Existe algum tratamento alternativo para quem tem pedra na vesícula?

    Infelizmente, não existe nenhum tratamento medicamentoso que dissolva os cálculos. O tratamento é cirúrgico em 100% dos casos sintomáticos.

  • Infecção por Helicobater Pylori precisa de tratamento?

    Nem todos que apresentam Helicobacter pylori devem ser tratados. Entre as indicações de tratamento aceitas atualmente podemos citar as seguintes: Azia, úlcera gastroduodenal, gastrite histológica intensa, história pessoal de câncer gástrico, parentes de primeiro grau de pacientes com câncer gástrico, Doença do refluxo gastroesofágico, Esôfago de Barret, linfoma MALT gástrico, anemia por carência de ferro sem causa aparente, púrpura trombocitopênica idiopática, uso crônico de com anti-inflamatórios e dispepsia funcional. Na dúvida, consulte sempre seu médico.

  • Pólipos na vesícula precisam de tratamento cirúrgico?

    Não. Na grande maioria das vezes os pólipos são assintomáticos, mas nem por isso não merecem atenção. Em alguns casos, como crescimento rápido, associação com cálculos ou quando forem maiores que 5 mm na ultrassonografia, devem ser considerados para a cirurgia, uma vez que aumentam o risco para o Câncer de vesícula.

Blog

Don’t hesitate ask us about our work!

Menu